Amor Internacional

Conheci-o nos Estados Unidos em 2007. Albany, capital de Nova Iorque. Ele paulista, eu mineira. Fomos para o mesmo programa de Intercâmbio.  Quando nos vimos pela primeira vez, tivemos uma infinidade incrível. Viramos os melhores amigos logo de começo!

Dividimos o mesmo quarto de hotel, sendo apenas amigos. Ele começou a ficar com outra menina e eu com outro garoto. Até que ele e eu decidimos viajar, conhecer Nova Iorque, e outras cidades norte-americanas. Fomos os dois, sozinhos. E nessa viagem ficamos muito próximos, mas nada de acontecer algo. Até que depois de quase um mês viajando juntos, saímos uma noite para ESPN bar em Washington Dc e rolou super clima. Ele disse que queria muito ficar comigo, mas não por ficar, porque ele estava gostando muito de mim. Lembro-me como se fosse ontem, lembro da carinha dele me falando isso, lembro do jeito dele…Foi a melhor sensação que tive, mistura de paixão com alegria. E a partir deste dia não nos desgrudamos mais. Passamos o resto da viagem juntos. Na hora de cada um voltar para o Brasil, angústia e ansiedade de saber se iríamos ficar juntos ou não. Ele veio embora antes de mim. Choramos a noite toda antes dele pegar o vôo de volta. Ele me escreveu uma cartinha linda…e me ligou do aeroporto. Chorei muito, pois achava que iria perde-lo para sempre. No dia da minha volta para o Brasil, quando cheguei no aeroporto de Guarulhos em SP, quem é a primeira pessoa que vejo??? Ele!!! Meu coração disparou, minhas pernas tremeram, ele me abraçou e me beijou. Conversamos, mas sem combinar se íamos nos ver ou não. Ficou meio no ar.  Voltei para minha cidade, fiquei dias chorando e triste achando que o tinha perdido. Tinha perdido o grande amor da minha vida. E então duas semanas depois de estar em casa, continuamos conversando por telefone, Orkut, MSN, ele disse que viria a minha cidade me ver.

Mal dormi a noite esperando ansiosamente ele chegar. Fui busca-lo na rodoviária. Foi lindo! Passamos o dia com minha família em Ouro Preto, almoçamos por lá, e quando voltamos saímos para uma baladinha na minha cidade.  E no meio da noite ele me pede em namoro e me entrega um colar e um par de brincos de coração!!! Apesar de receosa  por ter que namorar a distancia, eu aceitei. Meu amor por ele era maior do qualquer distancia. E foi assim durante um ano, idas e vindas, de aeroporto em aeroporto, rodoviária em rodoviária. Nos víamos sempre, nunca ficávamos duas semanas sem nos vermos. Era muito bom, sempre mágico!! Depois de um ano de namoro assim, resolvi mudar para São Paulo e ele me convidou para morarmos juntos. Aceitei super feliz. Alugamos um apartamento, decoramos…pela primeira vez sentia que ele era o homem da minha vida, para o resto da vida.

Moramos mais de um ano juntos, 1 ano e 4 meses morando juntos. E em fevereiro de 2010 fui pedida em casamento por ele, ganhei a aliança dos meus sonhos. Estávamos cheios de planos e felizes. Mudamos para minha cidade, procurávamos qualidade de vida, já que íamos casar e em São Paulo ele e eu trabalhávamos e estudávamos muito, quase não tínhamos tempo um para o outro. Então, um dia, por uma discussão boba, por dinheiro,  ele me agrediu fisicamente. Quebrou meu nariz com uma cabeçada. Fiquei muito assustada e pedi para ele sair na hora. Ele arrumou as coisas dele, friamente me pediu a aliança de volta perguntou se era isso mesmo, se eu estava terminando e que não ia ter volta. Eu sabia que depois disso não ia ter volta. Minha mãe foi agredida pelo meu pai durante 10 anos, eu sei muito bem que quando bate uma vez, bate outras…Eu sabia que não ia poder continuar com ele.

Fui no hospital, na delegacia de mulheres, fiz corpo delito, e estava protegida pela Lei Maria da Penha, ele não poderia se aproximar mais de mim. Porém meu amor era muito grande. Fui atrás dele, liguei várias vezes…ele estava amolecido mas não arrependido. Até que um dia com crise de dor no nariz, com sangramento liguei para ele desesperada, ele não me atendeu, quem atendeu foi o advogado dele. A partir deste dia percebi que não podia deixar impune a agressão. Contratei o melhor advogado e entrei com processo penal e civil contra ele.

Essa agressão ocorreu em 1º de abril de 2010. Tem mais ou menos um ano que isso aconteceu, estamos na justiça até hoje. Até hoje sinto que ele foi meu grande amor. Nunca amei tanto um homem quanto o amei. Achei que fosse para sempre. Depois disso tudo, entrei em depressão, tive crises de ansiedade, comecei a tomar remédios anti-depressivos, engordei e emagreci…fiquei desiludida com tudo, com a vida. Tentei me matar tomando altas doses de remédios traja-preta, adquiri a mania obsessiva de me cortar quando sinto uma dor na alma muito grande. Nosso término foi cruel e repentino. Eu nunca esperava. Eu estava feliz e noiva. Olhando vestidos, local para cerimônia…etc…durante este um ano eu não podia ouvir em casamento que eu chorava a noite toda. Um  dia, há um mês atrás recebi uma mensagem anônima de alguém dizendo que já havia me perdoado e me enviou uma música, tive certeza de que era ele. Não aguentei e liguei para ele com a desculpa de falar sobre o processo. Ele começou a ficar nervoso, e demonstrar que não se sentia arrependido, gritou no telefone comigo, então desliguei. Chorei muito, mas não me arrependi pois a partir deste dia tive a certeza de que eu precisava enterrá-lo! Precisa matá-lo dentro de mim, eliminar todo amor que eu ainda sentia. Estou neste processo, matando-o, enterrando-o aos poucos, na minha capacidade. Hoje tenho um namorado lindo, maravilhoso, que sabe de toda historia, que me apóia e me ajuda muito! Tenho me esforçado para não me fechar, para abrir meu coração e voltar a confiar em homem. Porque até hoje sinto medo, medo de me magoarem, medo de me decepcionar. Hoje, depois de um ano que posso dizer que estou voltando a vida normal, trabalhando sem adoecer, querendo trabalhar, querendo estar com meus amigos, me abrindo para um possível novo amor…a vida continua…meu amor por ele ainda permanece, mas como uma brasa que não apaga…e acho que ele vai ser eternamente meu grande amor. Dizem que amamos de verdade somente uma vez na vida…outros dizem que é possível amar mais de uma vez…não sei responder, até hoje somente amei ele de verdade…

* Verona (nome fictício), pediu para postar a sua história anonimamente devido ao processo na justiça que está em andamento.

Anúncios

Comments

  1. EVA EMILIA OLIVEIRA E SILVA DUARTE MENDES says:

    Adorei,e acho que teve muita coragem mas tomou a decisão certa,pois quem ama não magoa,beijos e desejo que seja muito feliz,siga em frente com um sorriso na boca e alegria no coração***

    Curtir

  2. Verona, sempre é hora de recomeçar! Lembre-se: não é porque uma rosa te machucou com seus espinhos que todas as outras farão o mesmo. Sei que é difícil, vc passou por uma situação muito complicada e confiar em alguém novamente parece tarefa dificil! Mas Deus nos dá novas oportunidades de sermos felizes, ele está te oferendo essa, agarra e seja feliz! Vc pode até amar seu ex, porque foi amor verdadeiro, mas aprenda a amar vc primeiro, a se ter como a pessoa mais importante da sua vida vida, aí vc estará preparada para viver um novo amor.

    Fica com Deus!

    Abraço!!!!

    Curtir

  3. inacreditável….como uma pesssoa depois de tantos sonhos vividos pode simplesmente dar uma cabeçada no outro. Nem todos os motivos do mundo justificaria essa ação brutal dele, mas talvez o pior não tenha sido nem isso ( se é q posso caracterizar assim)…o pior é a falta de arrependimento, de pedido de desculpas é o romper do laço com vc, com sua família e com tudo o que vcs construíram….

    sobre vc acredito q tenha sido dificil tomar uma decisão e realmente é dificil simplesmente ARRANCAR uma pessoa do coração de um minuto pro outro e ainda porque o outro praticamente decidiu isso. Realmente quem bate uma vez repete! Espero que supere isso tudo e que viva bem, feliz e que ame de novo sim

    Curtir

    • Juci, é realmente inacreditável…até hoje é inacreditável….foi a decisão mais dificil da minha vida…tirar um grande amor assim da minha vida, como se nunca tivesse existido…doi muitoooo….
      e com certeza, quem bate uma vez, repete! a cabeçada foi a pior das agressoes e a gota d’agua. Porque ele ja hava me empurrado outras vezes, que para mim isso é agressão tb….

      Curtir

  4. Que isso!!!
    que dificil admitir que seu grande amor se tornou um sapo assim, ainda continuar o amando mas conseguir deixa-lo.
    Eu nao teria sido tão forte assim!!! Parabens!!!

    Curtir

    • Bianca!! vc é tão forte quanto qq mulher consegue ser, algumas mulheres demoram para buscar esta força….mas o fato da minha mãe ter sido agredida pelo meu pai durante anos me ajudou a perceber que para esse tipo de relacionamento nao tem volta! nao tem chance….

      Curtir

  5. Michelle Louise says:

    Verona, apesar do nome ser fictício eu quero te falar que vc merece TODA a minha admiração!!!!
    Incrível como apesar da agressao vc conseguiu dar a volta por cima. Merece ser o grande exemplo de todas nós!!
    Bjs

    Curtir

    • Oi Michelle, obrigada!!! e acredito que todas nós mulheres temos essa força em algum lugar….basta encontrá-la…e Graças a Deus fui forte o suficiente para tomar essa decisão! bjs bem carinhosos

      Curtir

  6. De todas as histórias que já foram postadas, a sua é talvez a que tem uma visão maior do acontecido, o que te fez tomar uma decisão que é bastante difícil. Reconhecer que apesar de amar, o seu grande amor não é merecedor de quem você é, isso se chama amor-próprio. Vemos todos os dias por aí várias mulheres passando por inúmeras situações de agressões e sempre com aquela esperança de que foi a última vez ou que ele irá mudar um dia. Você cortou o mal pela raíz logo no começo, o que é muito difícil. Você é forte demais, menina. CORAJOSA. É um exemplo para todas as mulheres que ainda passam pela mesma situação. Fica com Deus e desejo que Ele ilumine o seu caminho e te traga um presente muito melhor, porque é o que você merece.

    Curtir

    • Janine, vc falou a coisa mais certa do mundo: cortar o mal pela raíz…parece facil, mas eh muito dificil, porém necessário!!! obrigada pelas suas palavras…..

      Curtir

  7. Acidez Involuntária says:

    Pra essa, eu tiro o meu chapéu.

    Curtir

  8. Esta história deveria ultrapassar as fronteiras deste blog e ser divulgada por aí a fora, para incentivar a coragem que falta em muitas mulheres de decidirem pelo mesmo. Pensem nisso, ok?
    Abraços

    Curtir

    • Analice….pois é…tenho um blog que sempre posto sobre a lei maria da penha, incentivando as mulheres a nao aceitarem isso ….infelizmente nunca pude postar minha historia no meu blog, devido ao processo….chato neh!!! mas assim que tudo passar….irei sim divulgar no meu blog e aí virei aqui no Blog da Flor, postar minha identidade verdadeira….assim que tudo der certo…

      Curtir

  9. Não vejo as coisas de forma tão simples como li acima nos comentários.
    Você passou por momentos terríveis até chegar onde chegou, e só você sabe o quanto foi difícil tomar remédios, se cortar e tudo mais.
    Só você sabe o quanto sofreu e principalmente, quem mais deve se olhar no espelho agora e falar: “como eu te admiro”, é você mesma.
    Já vi muitas amigas passarem por muitas coisas ruins e demorarem anos para se recuperarem, algumas nunca conseguem se levantar.
    Você se levantou e agora está dando os seus primeiros passos.
    Mesmo que todas aqui estejam te admirando, se você não reconhecer o grande passo que deu, reconhecer a grande MULHER que se tornou, seu esforço será em vão.
    Beijos com carinho.
    Barbara Santos

    Curtir

    • Oi barbara….pois eh!!! realmente foi uma caminhada muito dificil chegar até aquiiii…até entao eu estava afogada em minha tristeza e decepção…me escondendo atras disso tudo, até q um dia eu percebi que eu fui a vítima e não ele!! e que eu nao tenho que ter vergonha disso….e sim ele!! hoje eu sou forte o suficiente para dizer para qq homem o que eu quero e o que eu nao quero! e nunca! nunca aceitarei esse tipo de agressão…obrigada pelas suas palavras..vc está coberta de razão…

      Curtir

  10. amiga….infelizmente você não pode se indentificar e eu entendo os motivos….eu queria te dizer que há exatos dois meses meu marido num ato insano me agrediu….nao foi uma cabeçada mas ele me segurou pelos braços com muita força e me jogou no chão contra a parede e na queda eu torci o meu pulso…..desde então nunca mais isso aconteceu….ele pediu mil desculpas….me levou ao hospital….falamos pros médicos que eu tropecei e caí…nao contei isso pra ninguém…nem amigas….nem família….estou falando sobre isso pela primeira vez aqui….tenho medo pq ja ouvi muito que quem bate um vez bate outras e ele tem sido muito melhor pra mim desde o ocorrido….se mostrou arrependido….me deu presentes….cuida de mim todos os dias….me leva pra jantar….é carinhoso como nunca foi….nem quando namoravamos e te confesso que estou derretida com ele….toda mulher gosta dessas coisas ne….mas ao mesmo tempo estou com medo….nao consegui colocar o ponto final como vc fez e nao sei se fiz a coisa certa….acho q só o tempo irá dizer….desejo o melhor pra nós duas…muitos beijos e obrigada por dividir a sua história…foi um presente que deus colocou no meu caminho hoje…

    Curtir

    • Leila, imagino o que vc deve estar passando, cada uma tem sua história, do mesmo jeito que cada Homem tem sua dignidade. Espero de coração que seu marido tenha essa dignidade de nunca mais levantar a mão para vc!! vc pode ser o que for…fazer o que for…ninguém tem o direito de levantar a mão para vc!! lembre-se disso!
      fique com Deus.

      Curtir

  11. Chérrie,achei incrivel sua coragem de expor aqui uma história como esta. É um pouco complicado, porque quando amamos, de verdade, é dificil esquecer a pessoa mesmo depois de certas decepções. Mas admiro sua força de vontade, até porque agressão, seja verbal ou física é falta de respeito, e relacionamento sem respeito não funciona.
    Adorei teu relato!
    Boa sorte!
    Beijinhos

    @taataah__

    Curtir

    • Oi Tatah…realmente respeito é a base de qq relacionamento e vc disse uma coisa que é certissima: agressão verbal tb é falta de respeito…deve-se ter consideração a pessoa a quem se ama! obs: adorei seu blog!

      Curtir

  12. Sinto vontade de dar um abraço em cada uma de vcs, por todo apoio! por todas as palavras. VOCES NAO TEM NOCAO, nao imaginam o QUANTO o comentario de cada uma de vcs me fortaleceu…me ajudou!!! estou em lágrimas..de emoção..agradeçi cada uma pelo comentário carinhoso…vcs nao sabem o quanto os comentarios foram importantes para mim! beijos em cada uma! e obrigada! Obrigada em especial a Flor, que me deu esta oportunidade!

    Curtir

  13. Amiga se esse homem fez isso com você ele não é o homem dasua vida!!!!Pensa nisso: Deus coloca pessoas erradas no nosso caminho para que a gente reconheça a pessoa certa quando ela chegar.Meus votos de felicidades pra você.

    Curtir

  14. Vc é muito guerreira, admiro tua força e coragem.Torço por vc, por sua felicidade….

    Curtir

  15. Caí nesse blog por um acaso e me peguei encantada com o início de sua estória. Me arrepiei imaginando as coisas boas que vcs viveram e em alguns momentos achei que vc iria finalizar dizendo que estão juntos até hj… Menina, que loucura foi essa em sua vida? É, no mínimo, preocupante como nós não conhecemos ninguém. As pessoas se revelam cotidianamente. Parabéns pela maturidade, pela coragem e pelo bom senso. Torço, ainda sem te conhecer, que vc tenha força, sabedoria para se abrir, sim, para a vida, para outras pessoas, para suas realizações. “Não deixe a peteca cair”, moça. Nós mulheres temos uma força que nem imaginamos que temos. Se cuida.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: