Não se ama com os olhos e sim com o coração

Tudo começou no dia 26/09/2009 em um sábado quando entrei no orkut de uma amiga e vi umas fotos de uma viagem que ela fez pra Porto Alegre, uma dessas fotos me chamou muito a atenção, era de um amigo que ela conheceu lá, foi amor a primeira foto srrs, fiquei encantada pelo menino, então disse a ela que queria conhece-lo,  como ele mora em Porto Alegre e eu no Espírito Santo, não tinha como conhecê-lo assim, então a unica forma de contato era o msn, ele me add e começamos a conversar, nossa foi encantador parecia que nos conhecíamos a anos foi uma coisa incrível.

Conversávamos todos os dias, ficávamos horas ali, o tempo não interessava, foi quando em menos de 6 dias me vi completamente apaixonada por ele, algo estranho, como se apaixonar por alguém que você nunca viu? Pensei que estivesse ficando louca, então comentei com ele isso, e por surpresa minha ele também estava sentindo a mesma coisa. Mas havia questões que me deixavam preocupada, ele era mais novo que eu, morava longe, eu era separada, tinha duas filhas então começei a colocar isso tudo como um obstáculo pra não ficarmos juntos, e ele sempre dizendo que quando se ama de verdade nada disso importa(realmente nada disso importa). Passaram-se os meses e em 22/12/2009 ele me pediu em namoro  fiquei surpresa, encantada, feliz era uma mistura de sentimentos. Em corpo estávamos longe, mas era como se ele estivesse sempre aqui comigo ele sempre me ligava, mandava mensagens era carinhoso atencioso um namorado perfeito, mas infelizmente eu não valorizei, confesso, eu não me dei tanto nessa relação como deveria, eu o amava muito não tinha duvidas disso mas deixava a desejar em algumas coisas, estávamos felizes, creio que ele foi feliz, mas tinha algumas coisas que o deixava triste e magoado, meu Deus como magoar a pessoa que você mais ama na vida? Eu deveria ter tomado algumas atitudes que só foram tomadas quando eu o perdi. Ele me cobrava o divorcio e eu não corri atrás disso, ate dei entrada nos papéis, procurei alguns advogados mas não agilizei a separação.Eu sabia que isso o chateava , mas nunca imaginei que seria um dos motivos do nosso fim.

Em abril de 2010 ele me mandou uma caixinha, com diversas coisas dele (e que estão guardadas até hoje), entre elas uma aliança de compromisso, que eu usei ate um mês depois do fim.

Eu confiei demais no amor dele, achei que ele nunca me deixaria, achei que o amor dele por mim fosse infinito e esse foi meu erro, acreditar que nada aconteceria e que o amor dele suportaria tudo ate mesmo meu descaso em relação a algumas coisas.

Uma vez estava quase tudo certo para eu ir lá, mas acabei desmarcando justamente pra mexer com papéis do divorcio, e infelizmente não resultou em nada.

Tivemos muitas brigas, ciúmes, nem tudo era conto de fadas éramos um casal normal brigamos diversas vezes, choramos,terminamos, voltamos, já brigamos ate por causa de orkut, rsrs, mas mesmo assim éramos felizes mesmo longe um do outro tínhamos um relacionamento serio, com respeito, atenção,companheirismo sabíamos tudo um do outro.

No dia 05/10/2010 brigamos, e dessa vez não teve volta foi o fim, ele se recusava a voltar ai que entra os meus dias sem ele, infelizmente conseqüência de atos sem pensar, de decisões que deveriam ser tomadas o quanto antes e que resultaram no fim. Foi o meu fim, é quando você percebe ate onde um ser humano é capaz de  chegar por um amor perdido, me humilhei mandava diversas mensagens por dia implorando pra que ele voltasse, emagreci 11 kg e o mais engraçado aconteceu, me divorciei fiz tudo que ele queria que eu fizesse quando estávamos juntos, mas no tempo errado, foram dias ruins que eu mesma me maltratava, não comia, não dormia a vida naquela época perdeu o sentido, era como se eu tivesse morrido, então eu comecei a contar os dias, minutos, segundos, estava ficando louca,chorava desesperadamente, algo sem explicação me vi morrendo aos poucos,  todo amanhecer era um dia a mais sem ele.Fiquei uns dias sem falar com ele, so mandava mensagem e nenhuma resposta, depois  aparece ele novamente no msn, nos primeiros dias ele me evitava completamente, engraçado isso né? vc se torna uma pessoa repugnante, antes quem te amava, agora quer distancia de você. Após alguns dias ele voltou a conversar comigo e nisso um amigo dele havia me dito que ele já estava namorando dias após o fim do nosso namoro, nossa não acreditei entrei em choque,como pode um amor como aquele acabar assim tão de repente,  então perguntei a ele, que me negou tudo, disse que esse “amigo” era um mentiroso, que não sabia nada da vida dele, chegou ate dizer que não queria saber disso por enquanto, eu sabia que ele estava mentindo, mas meu coração teimava a se enganar, cheguei ate a brigar com o menino achando que ele estava mentindo. Então ficamos conversando durante 3 meses, eu sempre perguntava a ele e pedia sinceridade nas respostas, se  ainda me amava, e ele dizia que sim, mas que não teria volta pois estava magoado e que enquanto tivesse aquela mágoa ele não poderia voltar. E fiquei ali durante quase 3 meses, conversávamos direto lembro que em uma dessas conversas ele me fez uma pergunta, perguntou se eu o encontrasse o que faria? Então respondi que pela nossa situação so me caberia dar um abraço,então fiz a mesma pergunta e a resposta me surpreendeu e me fez chorar, ele disse q se me visse me daria uma abraço, me faria um afago e depois choraria, eu não consigo compreender o que passou na cabeça dele durante aqueles meses, não sei se era duvida, medo, insegurança sei lá.
Ele me ligou no natal a noite, nossa como esperei aquela ligação era quase 23:00 quando ele ligou pra desejar um feliz natal , foi a salvação do meu natal ouvir aquela voz.
Depois teve a penúltima ligação no dia 28/12/2010 e ele novamente me disse q ainda me amava me pergunto porque isso, como uma pessoa faz isso com outra, diz coisas que não sente.
Chegou o ano novo e nada dele, fiquei mal, nem sair de casa consegui, passei a virada de ano sozinha e fiquei dias sem noticias dele. Então entramos em janeiro e no dia 08 seria o aniversário dele nossa havia comprado presentes pra ele, meu Deus aonde eu estava com a cabeça? então nos falamos acho q dois dias antes do seu aniversário  e ele dizendo que ainda me amava, e um dia antes no dia 07 conversamos  a tarde e pedi a ele outra chance, pedi pra que ele não me desse a resposta de imediato, e acredite ele disse   que iria pensar, sendo que ja estava namorando, então pensar em que? e eu idiota fiquei feliz, acreditando que ele estivesse falando a verdade.Então 00:00h mandei uma mensagem pra ele desejando Feliz Aniversário e claro dizendo que o amava, no dia seguinte era umas 09:00 liguei pra ele conversei um pouquinho e logo depois ele entrou no msn, começamos a conversar, em um período da conversa ele disse que tinha uma pessoa bem próxima dele e que talvez poderia acontecer alguma coisa(namoro), não era certo, mas poderia rolar, nuss meu chão caiu naquele momento, entrei em choque, e ele percebeu, mesmo sem me ver, então foi quando perguntei se essa menina era  a mesma que o amigo dele havia dito, e pra minha decepção ele confirmou, disse que so não falou antes pra não me magoar, como isso? magoar? ele me magoou naquele momento, ele não precisava ter feito isso, ficou quase 3 meses me iludindo me enganando, discutimos e então questionei o porque nesse período todo ele ainda dizia que me amava, ele me respondeu que era porque ainda sentia isso, então a noite liguei pra ele, precisava ouvir dele tudo aquilo, e acreditem, ouvi as palavras mais duras, frias que alguém que ama pode ouvir, foi um golpe baixo,mas também disse que nada que ele tinha dito durante aqueles meses era mentira, não entendo, mas também desisti de entender.Depois dessa conversa, fiquei em choque, não conseguia chorar,falar, demonstrar qualquer sentimento, ele era a pessoa que eu mais confiava, que eu mais acreditava, é triste quando temos essa decepção, então exclui ele de tudo, cortei qualquer vestígio dele da minha vida, a minha unica saida foi o blog que fiz  em 2008 mas nunca tinha interesse em postar nada ,então quando começamos a namorar resolvi dedicar Pra Ele, lá era meu desabafo, meu jeito de dizer  quanto eu ainda o amava, esse blog foi a minha válvula de escape.
Desde que nos separamos, tenho a impressão que minha vida parou,eu não consigo entender esse sentimento,essa angustia, essa dor, as coisas ainda não andam muito bem, mas resolvi seguir minha vida,não sei em que parte do nosso namoro ele deixou de me amar, so sei que meus sentimentos por ele ainda não mudaram,não sei dizer ao certo o que sinto é uma mistura de sentimentos.Ninguém entende como posso amar alguém assim, uma pessoa que eu nunca toquei, beijei, abracei mas não são essas coisas que definem o amor, isso é so complemento o que importa são os sentimentos, o que sinto;

Sabe fico pensando, o que ele fala sobre mim, o que ele pensava naquela época que estava me fazendo de idiota, como um homem pode dizer que ama loucamente uma mulher uma semana, e na outra dizer que encontrou a mulher da tua vida?? Poderia dizer que o amor dele por mim nunca existiu, que era tudo mentira, era um falso amor, mas lá no fundo acredito que ele me amou sim, existiu amor em nosso relacionamento  mesmo sabendo que fui trocada dias após o fim do nosso namoro, isso ate que da pra engolir, o que mais me deixa triste foi o fato dele ter me enganado, sabendo dos meus sentimentos continuou dizendo que ainda me amava, não assumiu o namoro dele com a menina,mas mesmo assim não tenho magoas, raiva ou qualquer sentimento semelhante, só o sentimento de decepção por saber que aquele homem que conheci, que imaginei  na realidade não era nada daquilo, sempre disse a ele que nunca havia conhecido um homem como ele, sincero, honesto,gentil, amável com qualidades que aqui não caberiam, so que tudo isso caiu por terra no momento em que descobri que ele me enganava,tudo bem que não estavamos mais juntos, mas não precisava  ter mentido, poderíamos ter terminado nossa relação e eu continuar vendo nele todas essas qualidades, se ele tivesse sido sincero comigo, deveria ter dito desde o começo que estava namorando, tudo bem , eu ficaria chateada por dias, mas levaria comigo a imagem de um homem sincero, honesto que eu sempre achei.Hoje mesmo se houvesse a possibilidade eu não voltaria mais, acabou, acabou o encanto, acabou a confiança (de ambos os lados) so não acabou o amor, esse insiste em estar aqui,  mas prometi a mim mesma seguir minha vida, meu caminho, nos ultimos meses esse amor so tem me feito mal, nunca imaginei que um amor como aquele fosse me machucar, magoar tanto assim, é uma cicatriz eterna, que nunca vai sarar.Apesar de tudo desejo que ele seja feliz, que ele encontre o caminho dele,porque amor é isso, agora se eu pudesse fazer um pedido eu so queria uma coisa, ver ele,tocar no rosto , olhar nos olhos, sentir o cheiro, sentir o abraço e ir embora esse seria meu ultimo pedido.

Estou a 219 dias(7 meses) sem ele,sem o amor dele, sem o carinho, sem nossos sonhos, sem nossos planos, sem esperanças de um futuro com ele.

Hoje a dor amenizou ela não incomoda tanto, voltei a fazer coisas que não estava fazendo durante esse tempo,voltei pra amigos que deixei de lado, voltei pra vida, voltei a viver.A saudade ainda aperta, o amor ainda continua, o desejo ainda arde.

Apesar de muitas pessoas não acreditarem,(ele mesmo não acredita nisso) mas creio que so amamos uma unica vez, ele foi meu único e verdadeiro amor, sei que tenho muito que viver, vou  encontrar outra pessoa, uma pessoa especial que me fara muito feliz,mas infelizmente não tera meu coração por completo.

Hoje sigo minha vida de maneira diferente de 1 ano atrás , tenho feridas que nunca serão curadas, tenho um amor que nunca será dado, um vazio que nunca será preenchido, sonhos que nunca serão realizados, tenho ouvido e lido que tudo isso vai passar, realmente, a dor amenizou, mas os sentimentos não passaram, imagino que ninguém entenda de onde vem tanto amor, como continuar amando depois de 7 meses, sem nenhum contato, mas sei que lá na frente terei a resposta de tudo isso.

Nossa história teve um fim, não foi como eu planejei , mas acabou, foi linda, intensa e verdadeira, e será eternizada pra sempre na minha vida.

Meu nome é Adriana, tenho 28 anos,moro no ES, essa é minha história com um gaúcho lindo que marcou minha vida pra sempre, dono do sorriso mais lindo que já conheci.


“Certo dia me perguntaram: Por que você se apaixonou? Eu respondi: Não sei… E talvez continue não sabendo. Eu simplesmente amo, acordo e vou dormir com ele nos meus pensamentos.” Caio F. Abreu*

Meus Blogs:

Pra Ele

Recomeçar

Anúncios

Comments

  1. Flor, obrigada por essa oportunidade de desabafo, foi um alivio na alma…..

    Curtir

  2. O mundo e mto pequeno sabe.Eu mesma tenho uma historia parecidissima com essa e n foi nd facil melhorar.Um dia aquele velho cliche faz sentido:tudo passa.

    Curtir

  3. essa historia muito triste, e muito parecida com a minha………….

    Curtir

  4. Michelle Louise says:

    Adriana,
    Tudo que vai, volta.
    Esse cara não sabe o que é amar e respeitar uma mulher.
    Não fez isso com você, nem com a namorada dele que é outra vítima da falta de carácter e dignidade dele.
    Sei que o ama e desculpe-me as palavras, eu fico nervosa demais quando vejo alguém fazer isso com outra pessoa.
    O mundo gira, e um dia alguem vai fazer a mesma coisa com ele.
    E você é uma guerreira por ainda está de pé. E acredite, você ainda irá ser muito amada por um homem de verdade.
    Beijos

    Curtir

  5. São mulheres assim que merecem ser felizes o quanto antes.
    Parabéns pela força Adriana.

    Curtir

  6. amor que sabemos nós realmente?,surgi num piscar de olhar,é tão natural,amor é que nem o vento, que não sabemos de onde vem,não escolhe lugar nem hora,vem como uma brisa suave e vai como um furacão destruindo tudo,isso é o amor ou só uma ilusão,não importa, importa que vivemos o momento,e aprendemos a viver com as recordações,até surgi um novo amor……

    Curtir

  7. Adriana,

    Não vou me identificar pois conheço você e acho que preciso te dizer só uma coisa aqui: Olhe mais a sua volta, existe alguém que poderia te amar e cuidar de você mil vezes melhor do que esse cara.
    Pensa nisso.

    Curtir

  8. AMIGA, QUE LINDO SEU TEXTO, SUAS REFLEXOES NO FINAL ME AJUDARAM MUITO!!!!
    OBRIGADA
    BEIJO

    Curtir

  9. apesar de toda a culpa, vejo q vc quis acertar e ele por mais razão que tivesse não tinha o direito de mentir…quer dizer, direito até tem, mas a obrigação de ser verdadeiro com quem se viveu uma relação é fundamental….

    espero que encontre seu novo amor…acredite que realmente passa e que vindo outro amor você olha pra trás e se pergunta: “nossa como amei uma pessoa assim?” – não é apenas um clichê, é real!

    deixe-se amar e permita-se amar.

    boa sorte!

    Curtir

  10. Olá, meninas! Essa é a primeira vez que visito seu blog. Por acaso vi uma amiga no facebook q postou o link do seu site com um de seus posts de ‘dias sem ele’, e me interessei… Li quase toda sua história e me identifiquei MUITO, e não só com a sua, como com a da Adriana também.
    Tudo o que você passou, ou a Adriana, eu passei parecido… Diferente de vocês, eu tinha contato com o meu ex, nos viamos depois do término, saiamos, e enquanto estavamos juntos era tudo maravilhoso… Quando nos afastavamos, virada um pesadelo. Eu o amava mais do que a mim mesma, eu sabia que não era a única, que eu não era especial, nem que ele não me amava mais, mas eu teimava em acreditar em todas essas palavras que sustentavam o meu amor, minha paixão, a minha obsessão, ou seja lá qual for o nome que isso tenha (ou melhor, TINHA).
    Passei mais de um ano, ou quase dois, entre esse amor louco e a tentativa de administrar a minha vida INDEPENDENTEMENTE dele, pois como você disse em posts passados, ele tinha virado o centro da minha vida. Durante os primeiros meses do término, me sentia sem vida, vazia, sem esperanças… Ligava, chorava, esperniava. Perdi um ano de faculdade, pois só sabia chorar. No emprego, na rua, na faculdade, no restaurante, ou em qualquer outro lugar que estivesse. Depois de um tempo, eu passei a tentar viver minha vida sem ele, mas ainda com ele. Não eramos mais namorados, mas me submeti a ser a ficante, a amante, a muher que quando ele ligava, ou estalava os dedos, estava lá, pronta para ele. Foi ai que perdi o valor, que passei a ser a ‘amélia’. É claro, ele tinha a vida que disse que queria ter, quando terminou comigo… Festas, baladas, bebidas, mulheres, e ainda por cima, a mim, pois sabia do amor incondicional que eu tinha por ele.
    É claro, pro homem é tudo muito comodo. Ele dizia q me amava, que eu era unica, que eu era especial, linda, o melhor beijo, melhor sexo, que sentia minha falta… Que mulher não se encanta com esse homem(?), e que não acredita nisso, pois foi com essa pessoa que vc passou alguns anos, que vc sempre confiou, acreditou, amou.
    Achei mensagens em celular, via recados no orkut (tinha até uma ferramenta onde eu conseguia ver todos os recados que ele recebia, antes que ele conseguisse apagar). Isso era sadomasoquismo, sim, concordo. rs Mas era a forma q eu encontrava de me autoflagelar, sentir raiva, e querer sair daquela loucura. Porém, o contrário acontecia… Eu sempre desculpava. Além do que, a história acabava sempre virando contra mim. Eu era a louca, ciumenta, deseperada, e etc… Mesmo quando eu tentava ser a mulher descolada, sem ciume, que não estava nem ai. Talvez meu teatro fosse muito ruim, ou talvez meu amor fosse maior do que a minha dignidade.
    Sim, eu fui burra. Não, pensando bem não fui. Nem ninguém é. Acho que tolo é aquele que não tenta, que não ama, que é LEVIANO com o coração dos outros. Essa é a definição, leviandade e egóísmo. Do tipo que ‘olha, eu não te quero mais, mas quero que você continue a acreditar que te quero, para que assim você nunca deixe de viver em função de mim.’ Isso é feio, amargo, triste. Tenho dó de pessoas que não sabem amar.
    Ok, uma hora (mesmo que ela pareça demorar ANOS pra chegar) a gente cai em si, e percebemos o tamanho da besteira em que estamos metidas. Com essa ficha caindo, conseguimos olhar pro lados, aproveitar a vida, conhecer pessoas novas (não digo novo amores, e sim, novos amigos), novos lugares, descobrimos novos gostos, novas vontades! E quando você percebe, aquele ‘amor’ deixa de ser o seu centro de suas atenções. Você não o esquece, mas não depende dele pra seguir em frente.
    Esse relacionamento que contei ‘brevemente’, rs, começou em jun/2007, acabou em dez/2008, e perdurou ‘fora dos padrões’ até meados de 2010. Eu conheci outros homens, aproveitei, viajei, sai, mas ele continuava lá, tomando o maior espaço do meu coração. Até que um dia, eu olhei pro lado, e percebi o que estive perdendo todo esse tempo.
    Tinha um amigo, desde quando ainda namorava esse meu ex (2008). Estudavamos na mesma sala, viviamos praticamente grudados, mas não o via como algo além disso, amizade, pura e simplismente. Trocavamos mensagens, ligavamos um pro outro, tomavamos pingado no inverno na faculdade, riamos juntos, estudavamos juntos. Ele era tudo que eu gostaria de ter pra mim, mas tinha aparecido na hora errada na minha vida. E eu sabia o quanto era o que eu queria, pois sentia sua falta, sabia o quão importante ele se tornou pra mim.
    Tinhamos ficado uma vez ou outra depois do meu término, e eu sabia que pra ele essa nossa ‘história’ era muito mais que amizade, que por ele estariamos juntos. Mas eu não me imaginava com outra pessoa, não, isso não passava pela minha cabeça, que eu pudesse ser feliz, ou mais feliz, do que eu já tinha sido…
    No final de 2010 (exatamente 3 anos depois do começo da nossa amizade, alguns beijos, e até algumas declarações de amor, ciumes, e brigas, porque eu ODIAVA ve-lo com outra pessoa) eu percebi o que estava perdendo. E vi o quanto eu o queria pra mim. Dei uma chance, não para ele, mas para eu mesma. E começamos a ser mais do que amigos… No carnaval deste ano (2011), fomos viajar com uma galera, e voltei simplismente apaixonada por esse homem. Assim que voltamos, na semana seguinte ele me pediu em namoro, e hoje posso dizer que SIM, nós podemos ser MAIS felizes com outra pessoa, principalmente se essa pessoa te da valor!
    O que eu quis dizer nessee esse post imenso, é que vocês hoje podem sofrer por alguém, mas que ai fora, existem milhões de oportunidades, pessoas, e sentimentos para serem vividos e sentidos.
    Ninguém sabe o que é o amor, ou como ele começa, ou como ele acaba… Mas o que posso dizer é que o principal e maior amor, tem que vir de dentro de nós mesmas. O amor próprio. É amando a si mesmo, que você pode amar outra pessoa. E pode amar, amar muito, diversas vezes, de diversas formas e jeitos, e ser muito, muito feliz!

    Curtir

  11. Dri,agora que soube toda a história eu nem sei o que dizer.
    Não vai ser fácil esquece-lo,talvez nunca vá acontecer isso,mas talvez tenha alguém bem do teu lado pronto pra te fazer feliz e você esta se prendendo ao passado.

    Beijos e tudo de bom

    Curtir

  12. Minha historia e diferente da sua, mas a dor e a mesma, amo meu ex a 5 anos, e não consigo ficar com mais ninguém… no começo foi muito dificil, mas hj ainda sinto a dor mais ela esta bem menor.. só o tempo que vai diminuir essa dor… fique bem…

    Curtir

  13. Obrigada, a todos pelos comentários, tudo isso tem me ajudado muito.E realmente JUCI eu tive muita culpa nisso tudo, so eu sei como me arrependo dos meus erros,da minha falta de atitude, mas ele tbm errou, claro q não estávamos mais namorando, mas nada justifica a falta de caráter e as mentiras sabendo de todo o meu amor, mas sei q lá na frente vou encontrar alguém, torço por isso, espero por isso, sei q Deus vai me mandar alguém bem especial.=D
    Obrigadaa……

    Curtir

  14. Eu fico sem saber o que dizer… Só torço pra que os dias curem as feridas. E que a dor passe. Porque cedo ou tarde, há de passar. De uma forma ou de outra, tem que passar.

    Felicidades pra vc Dri. Beijos.

    Curtir

    • Obrigada Anne, tbm torço por isso, vai passar sim..beijos

      Curtir

    • Olá a todos. É uma história muito bonita, com alegrias e tristezas.
      Erros das 2 partes, sem dúvida.
      Mas eu percebi uma coisa que já vi muitas vezes:
      na grande maioria do fim de namoros, o homem sempre fica como o canalha da história.
      Lendo essa história, vi q o fim aconteceu por atitudes de vc Adriana e q ele cobrava de vc o divórcio.
      Não sei o pq de ele ter escondido que iniciou um namoro após o fim, mas creio que ele fez isso para te polpar no momento, possivelmente ele não calculou que isso faria mais mal do que bem.
      É a minha opinião, não conheço nenhum dos 2, por isso não posso afirmar nada, mas acho um erro achar que ele é um cara sem caráter, pois por consideração ele te polpou de uma notícia que te faria um mal muito pior do que você passou.
      Creio que 90% pelo menos dos que aqui comentaram fariam a mesma coisa por aqueles que amaram. Vamos parar de hipocrisia gente;
      Não há porque hostilizar o cara, ele não planejou causar esse impacto que foi gerado.
      E te digo uma coisa Adriana: com o tempo tudo vai passar, você vai conhecer um cara que lhe ame e desse homem vai restar apenas a lembrança de ter sido apenas mais um namorado errado (caso você tenha tido outros).
      Isso vale tanto pra você quanto pra ele.
      Beijos e sorte no amor, todos nasceram pra encontrar alguém bacana.

      Curtir

      • Olá, obrigada e sei q vou ter muita sorte no amor (acho q ate ja estou tendo srs)
        Agora respondendo teu comentário, sobre isso que todo mundo faria aquilo por alguem que ja amou, para proteger a pessoa eu discordo totalmente. Omitir que está namorando foi uma falta de respeito e consideração e não uma tentativa de me proteger. É aquele velho ditado: me magoe com pior verdade mas n me faça sorrir com mentiras.Não entendo como alguém ama outra assim de uma hora pra outra, mas tbm nem quero entender.E outra, eu realmente errei, me arrependo muito de tudo,mas Deus sabe de todas as coisas, cada dia q passa creio q não era pra ser, mas não coloco isso como um “namoro errado” discordo disso tbm, (não sei se ele pensa assim, mas pelo o q eu o conheço creio q não, acho q ele tbm discordaria de vc) cada pessoa q passa em nossa vida é unica, um aprendizado, não devemos tratar pessoas q um dia foram importantes pra nós como só mais um, não é assim, não me arrependo de te-lo conhecido, vivi momentos incríveis, e não digo isso pq amo ele ainda, mas sim pq aprendi muito com ele, e outra, todos os nossos relacionamentos anteriores, independente de como foram , como terminaram, merecem respeito e consideração, cada relacionamento é diferente do outro,cada relacionamento é único, mas cada um tem sua opinião né?E eu respeito todas as opiniões, afinal a partir do momento q decidi expor minha historia aqui, tenho q encarar as conseqüências tbm Errei de não ter ido lá, e de não te-lo conhecido,de não ter tomado as atitudes no momento q deveriam ser tomadas,mas tudo tem um pq, sei q tudo isso vai passar.E realmente todos nasceram pra encontrar alguém bacana, leal, verdadeiro independente de qualquer situação, com essa historia aprendi isso, lealdade e respeito sempre.
        PS: Tudo que vai, volta. E volta pior.

        Curtir

  15. Algumas histórias começam de forma tão casual, tão inesperada, que a impressão que temos é de que não lhes cabe um final… Como eu sempre digo: se era pra desfazer, porque fez?!

    Esse ir além, esperar pelo depois é que é ruim! Não há como não associar algumas situações, não lembrar; parece sempre que alguma coisa ficou. E fica mesmo! Os “dias sem ele” passam sem passar…

    Força, Adriana! É seguir em frente acreditando no melhor e sabendo que tudo valeu a pena.

    Curtir

  16. ola… Passar por tudo isso e ter coragem de abrir assim teu coracao… Por mais que alguem pense que a “culpa” foi tua, nao se eskeca…nao existem culpados. A vida da gente ta ai pra ser vivida, de valor a td q viveu… Foi unico e importante demais pra alguem que nao te cnhece bem dizer que foi um “namoro errado”, so qm viviu tudo isso foram vcs dois, ambos erraram e hj estao tentando seguir em frente suas vidas…cada um ao seu modo. tenho o prazer de cnhecer ambos, e sei q se apaixonaram pelo q sao, otimas pessoas, que apenas hj estao seguindo caminhos diferentes…mas q nunca eskecerao o amor que sentiram( ou sentem…so deus p ta no coracao de ambos pra ver). Serenidade e tranquilidade Dry…minha grande Dry amiga q amo tanto!!!

    Bjsss se cuida (l)

    Curtir

  17. Adriana,
    Talvez ele não tenha mentido por ter más intenções… Às vezes ele estava falando a verdade e, se te amou tanto quanto você o amou, muito provavelmente sentiu uma dor tão imensa que por um tempo teve atitudes que nem ele entendia. Por exemplo: mesmo o amando, você não se divorciou como ele queria. Ele poderia perfeitamente pensar que você estava mentindo para ele quando dizia que o amava; afinal, por que alguém que ama uma pessoa continua vinculada a outra? Nós mesmas temos atitudes que não entendemos quando estamos muito balançadas. Como pode então cobrar dele absoluto controle de sua razão? Talvez nesses três meses ele tenha ficado em dúvida se voltava ou não para você, mas todas as vezes que pensava no assunto lembrava daquilo que o tinha magoado e decidia que não ia te dar outra chance. Mas mesmo assim entrava no msn com o coração batendo forte e esperando para falar com você. Quem de nós não teve atitudes similares? Eu, por exemplo, tenho um colega de trabalho que sei que gosta de mim. Eu também gosto dele, embora não possa dizer que esteja apaixonada (eu também ainda tenho um amor mal resolvido). Mas mesmo assim, eu fico ansiosa pela sua ligação e quando falo com ele fico tão nervosa que tremo, e minhas mãos ficam banhadas em suor. No entanto, nós temos uma diferença de idade de 23 anos, ele teve três casamentos e seus filhos têm quase a minha idade; sem contar que ele, apesar de ser culto e doce quando quer, sabe ser rude quando se chateia (muito rude). Todas as vezes em que estou me deixando levar pelo seu charme, eu me lembro dessas coisas e penso “Meu Deus! Só posso estar louca!” e recuo. Porém, é só ele me ligar novamente e eu volto a ficar enlevada e melosa… Ele pensa que estou brincando com os sentimentos dele, apesar de não ser essa a minha intenção. Em nenhum momento eu planejei reagir assim. Por isso digo que ele pode não ter tido a intenção de te enganar, embora eu reconheça que teve uma atitude covarde (como eu estou tendo nesse momento; eu reconheço meus erros). Mas lembre-se que todos somos humanos e, por esse simples fato, contraditórios.

    Eu desejo sinceramente que você possa perdoá-lo e, sobretudo, perdoar a si mesma. E quando isso acontecer, creio que estará pronta para amar novamente. E, ainda que você diga que acredita em um único amor, você não sabia que ia amá-lo desse tanto quando o conheceu, não é mesmo? Então como pode saber que não haverá um outro ainda maior do que este?

    Abraços,

    Carolina

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: