Minha melhor história

Sabe como é pré-adolescente né, assim que faz MSN saí adicionando todo mundo, eu como estava no auge dessa época adicionei todo mundo, inclusive um primo da minha melhor amiga até então, nunca tínhamos nos falados e mesmo tendo ele no MSN continuamos sem nos falar. Ele era o primo preferido dela, ela sempre falava muito dele, mas como ele não morava perto não freqüentava muito a casa dela e nem as festas de família, ao contrario de mim que na época estava na casa dela todos os dias e em todas as festas de família ia com ela. Vivemos essa amizade super intensa uns 3 anos, até que ela começou a mudar e eu não consegui entender, acompanhar isso, nos afastamos e assim nossa amizade terminou, isso foi no final do 1ºano do ensino médio.
Existiram muitas divergências sobre esse assunto, nunca entre eu e ela, mas eu segui minha vida e ela seguiu a dela. Até que no meio do 3ºano, esse primo dela começou a falar comigo, eu nem dava bola, na verdade no começo nem lembrava quem ele era. Ele veio com aquela historia que eu era linda e blá blá, e com o tempo as conversas eram bem freqüentes, teve época em que eram diárias. Não nego que no começo eu bem que tentei resistir, mas não deu, ele começou a insistir que queria me ver e eu sempre arranjando uma desculpa, na verdade até hoje não sei por quê. Ficamos nessa de MSN e raras vezes telefonemas por uns 5 meses, até que ele me colocou na parede que queria realmente me ver; aceitei encontra-lo mas levei umas amigas comigo. Foi um tanto constrangedor, sei lá, fiquei com vergonha, não deixava ele nem tocar em mim, saí do shopping com a certeza que seriamos somente amigos, talvez por ele não ter o biótipo de homem que sempre me chamou atenção. A noite quando cheguei em casa ele perguntou o que eu queria, se queria vê-lo novamente, e eu disse que num sabia, que tava confusa e ele disse que estava cansado daquela situação e que quando eu resolve o que queria que o procurasse, eu nada podia fazer, então acatei.
Quase duas semanas depois eu tava em casa super cansada, depois de um dia exausto de cursinho ele me liga dizendo que tava na cidade e queria me ver, eu sabia que ele tava na casa dela, pois era aniversario dela, falei que não ia dá meu endereço que se ele quisesse ele que descobrisse, foi uma bagunça mas no final eu dei o endereço e ele foi ate minha casa, ficamos umas duas horas na porta conversando e então ele soltou que tinha ido buscar o que ele tinha ido buscar no shopping, mas eu não dei, então ficamos e combinamos de nos encontrar no outro dia, e por meio de uma amiga em comum fiquei sabendo que a prima dele não gostou nada dele não ficar na festa dela e que enquanto esteve lá só ficou no telefone. E assim passamos por uns 3 meses, nos vendo quase todo final de semana. Hoje reconheço que ele me deu o melhor presente de 18anos.
Só que do nada ele sumiu, não respondia minhas mensagens, não atendia meus telefonemas, não aparecia no msn. Eu fiquei mal, não entendia, precisava de uma explicação, foi nessa época que fiz meu blog, mas segui minha vida. Claro que nunca parei de pensar nele, até que num belo dia ele apareceu no msn, eu não sabia o que fazer, resolvi falar com ele, foi tudo muito normal, como se nada tivesse acontecido e marcamos de nos, parecia que nunca tínhamos nos separado e assim do nada, perguntei o por quê do sumiço, ele simplesmente disse que precisava de um tempo só dele, que o trabalho consumia demais. Uma coisa que me irrita profundamente é o trabalho dele, ele é militar e ama o que faz, trabalho sempre em primeiro lugar.
Ao contrario do que muitas pessoas acham, ele nunca me enganou, nunca prometeu exclusividade e nem me cobrou isso, nunca prometeu que iríamos namorar direitinho, casar e um lindo happy ending, e eu sempre estive com ele sabendo disso e acima de tudo porque eu queria. Tentei ficar com outras pessoas, mas sempre que ele me chamava ia correndo. Por mais que existisse, ou melhor, ainda existe, grande envolvimento e atração física, a gente sempre conversou muito e sobre tudo, teve época que isso diminuiu mas agora estamos como sempre fomos.

No fim do ano, no meio de uma conversa normal, estávamos bem, muito bem na época, ele disse que tínhamos que parar de nos ver porque a gente tava se apegando demais, eu tava desperdiçando meu tempo, as coisas de sempre, ele decidiu que a gente ia parar de se ver. Fiquei duas semanas chorando e tentando reverter a situação, queria pelo menos uma despedida com ele, até que ele se rendeu, foi lindo e antes de descer do carro, perguntei se era realmente uma despedida, ele apenas riu e disse que depois me ligava, continuamos nos vendo mais uma vez. Depois de uns dois meses ele disse que precisava conversar serio comigo, primeiro veio dizendo que tinha conhecido uma menina e que eles estavam saindo e que ela não aceitava a historia de dividir e que segundo, ele só tinha se aproximado de mim porque queria conhecer melhor a pessoa que tinha feito a prima dele sofrer, e que tinha descoberto que eu era uma pessoa muito boa, mas que tinha contado pra prima dele tudo que  a gente tinha e que se ela quisesse se vingar de mim, ele tinha como fazer isso. Eu moro numa cidade pequena, onde uma vez lançada uma fofoca ficarei pra sempre marcada. Isso tudo aconteceu na época em que a minha de uma amiga minha tinha falecido, eu estava bem debilitada e ela disse que por esse motivo e pelo fato de ter passado muito tempo e que eu não representava mais nada pra ela, era melhor deixar tudo como estava. Quando ele me falou isso, eu fiquei paralisada, não sabia o que fazer, ele falava pra eu entender que a família dele é muito importante e por ter poucos homens na família ele se sentia na obrigação de defender. A irmã dele inventou um monte de coisas o que piorou a situação, mas como a prima dele disse que não era pra fazer nada, eu podia ficar tranqüila que nada de ruim iria acontecer comigo. Na hora e nem depois chorei e nem por um momento consegui sentir raiva dele, e ambos concordamos que seriamos melhor nos afastar, seria o racionalmente certo a se fazer. Mas como eu não sou nada tradicional, lá estava nós conversando no dia seguinte, tirei todas as minhas dúvidas, minha cabeça não parava de pensar e sempre arranjava um questionamento diferente, ele me tratava do mesmo jeito, até que disse que queria me ver porque queria se despedir pessoalmente, até porque ele iria viajar a trabalho e não sabia quando voltaria, nos encontramos, foi lindo. Ele é diferente comigo, eu consigo ver isso, eu não sei explicar; dessa vez eu estava conformada que era nossa despedida, mas não chorei nem nada, na verdade estava em paz. Só que pra ele não, ele continuou a me procurar, não mencionou mais nada da menina, mas sei que eles não estão juntos.  E assim continuamos, ele continua me tratando super bem, as vezes acho que até melhor que antes, e por mais que eu faça minhas birras, ele continua do mesmo jeito, a ultima foi quando a irmã dele me bloqueou do facebook dele, quase dei um ataque pensando que era ele, ele calmamente só disse que não tinha sido e pra eu ficar calma que tudo continuava bem.

Hoje sinto que estamos juntos de alguma maneira ainda. Semana passada ele disse que precisávamos nos ver porque ele iria partir em missão (trabalho) e não sabia quando voltaria ou se voltaria, porque no fim do ano vai ser transferido pra beeeem longe. Confesso que tive de ser bem forte pra não chorar na frente dele, dessa vez ele tava diferente, falava que ia sentir minha falta, parava e ficava me olhando assim como quem quer guardar a imagem na memória. E quando fui me despedir, pedi pra ele voltar pra mim e que não demorasse, ele disse que podia ser antes do que eu imaginava, pra eu não me preocupar; não entendi muito bem, mas tudo bem. Assim cheguei em casa pensando que nosso contato realmente tinha acabado pelo menos por enquanto, essa semana nos falamos bastante, até mais que o comum. Não sei o que vai acontecer daqui pra frente, não sei o que esperar, o que sentir, o que fazer. Mas sei que o que mais me dói agora é saber que se agora não podemos nos ver não é porque nenhum de nós quer, mas sim porque uma situação nos obriga a isso.
Sempre disse a todos e principalmente a mim mesma que sabia que ele não era o homem da minha vida e que um dia iríamos nos separar. Sei que isso vai acontecer, por mais que nos demos super bem, somos muito diferentes, temos planos diferentes; só que agora eu não consigo me ver distante dele, ainda está tudo muito confuso e como já disse, sei que não estou pronta pra decidir essa situação, tomar as rédeas e principalmente dizer NÃO pra ele.
Por mais que às vezes me sinta mal, sofra, sinta saudades, essa situação não está me fazendo mal, não está fazendo com que eu pare de viver. Vou deixar que o destino decida, e o que for melhor vai acontecer. Mas uma certeza eu tenho, ele sempre será lembrado por mim, até porque até agora ele está na maior parte das minhas melhores lembranças.

Meu nome é Raissa, tenho 19 anos, e por mais que eu tenha contado parte da minha vida aqui, não darei muitas formas de contato. Pode parecer contraditório mas não quero me expor, até mesmo porque somente uma pessoa sabe de toda a historia pela minha boca, e agora vocês.

Meu email: raiissa_alecriim@hotmail.com

Anúncios

Comments

  1. Sabrina Feitosa says:

    Raíssa,

    Você é tão novinha, menina.Essa história ainda tem muito pano pra manga,muita coisa ainda pode acontecer.O unico conselho que eu te dou é que nunca desista do seu amor,a nao ser que ele desista de vc.

    Curtir

  2. Sou casada com militar e olha, só com muito amor pra deixar familia, amigos e lar pra trás e seguir por esse mundão com quem se ama. Eu não sei quantos anos ele tem, mas provavelmente é mais velho do que você, então mais cedo ou mais tarde a necessidade de firmar algo que de sentido pra vida vai aparecer e vou torcer pra que vc esteja do lado dele quando isso acontecer. Abraços

    Curtir

  3. Michelle Louise says:

    eu tbm tenho 19 amiga raissa e admiro a sua maturidade ao falar que nao esta preparada pra decidir sua situação, isso só mostra que no final vc irá tomar a melhor decisao pra vc!!!! parabens!!!

    beijinhos

    Curtir

  4. Florisbella, eu conheci seu blog numa página do facebook e estou muito impressionada com a sua dedicação aqui.Vc é um ser humano divino, que DEUS te abençoe!
    Raissa, li a sua historia e me desculpa por nao comentar muito mas infelizmente eu tenho o coração muito doído em relação ao amor e tenho medo de jogar as minhas descrenças em cima de vc que ainda tem tanta coisa bonita pra viver nessa vida. Porisso vou te desejar muitas felicidades e que DEUS a abençoe no seu caminho.
    Jussara

    Curtir

  5. Adorei!
    Belo texto!

    Curtir

  6. NATHALIA C. says:

    Raissa,perdao por invadir o seu post, nao li o seu post e só preciso falar 1 coisa pra flor.
    flor, ja conversamos muito e eu acho esse seu blog uma deprê só, vc sabe disso, por isso eu nem leio as historias… mas eu preciso muitosó te falar uma coisa q ia te falar ontem mas n tive coragem pq sei q fui grossa com vc no msn. Eu admiro muito a pessoa que você é e o q vc tá fazendo aqui nesse seu blog.desculpa minhas faltas de educação com vc, por favor.acho tudo muito deprê mas eu admiro muito muito muito q vc ajude outras meninas so por deixar q elas contem as historias aqui.
    beijos e tchau

    Curtir

  7. Raíssa,

    Quanto amor no seu coraçãozinho,hein?
    Nunca se sinta boba por ter algo tão bonito dentro de si e por lutar pra ser feliz ao lado daquele que vc ama.
    Isso é lindo de morrer!!!!!!!!

    Curtir

  8. Maria Aparecida says:

    Eu com meus 59 anos de idade, viúva, fico emocionada ao ver uma menina de 19 anos amando, perdoando, com esperanças, para ser feliz.
    Desculpem-me os que condenam quem continua ao lado de alguém que cometeu erros como o menino da Raíssa, mas com todos os meus anos de vida e experiência afirmo com toda a certeza que são essas coisas que fazem a vida valer a pena e dão sentido pro mundo.
    Se todo mundo tivesse metade do amor e da compreensão que essa menina demonstrou ter, não tenho dúvidas que o mundo seria um lugar bem melhor.
    Bom, o meu recado está dado.
    Parabéns Raíssa.

    Curtir

  9. 3 amigas compartilharam o link desse blog e nao teve com n visitar e n ser a quarta pessoa a compartilhar!
    é isso aí: VAMOS AMAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRRR !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  10. Raíssa,
    já falei pra Flor e vou falar pra você. Não desista do que voc acredita mesmo q o mundo diga pra não acreditar.
    O amor da minha vida cometeu um erro, me traiu, eu sofri muito, depois de muito tempo nos encontramos e eu o perdoei e hoje estamos casadíssimos e felizes.
    Nenhuma relação é como nos filmes, vamos nos preparar para as historias da vida real!
    Quando ele errou comigo eu sabia q não estavamos preparados, éramos muito novos. Hoje eu falo pra todo mundo que tudo acontece quando tem que acontecer.
    Bjss

    Curtir

  11. Recebi esse blog por mensagem de uma amiga e estou amando tudo.Me identifiquei com a flor, com a raissa, com a barbara, com a marcelle e provavelmente com muitas outras que amam e infelizmente nao conseguiram ter o final feliz (ainda, pq temos sempre que acreditar).
    Beijosssssss

    Curtir

  12. Acidez Involuntária says:

    Raíssa, só me diz como que você espera ter um relacionamento feliz ao lado dele se você fica dizendo que ele não é o homem da sua vida e que sabe que vai acabar um dia?
    Não tem relacionamento que resista à um pensamento negativo desses!
    Então trate de mudar seu pensamento se você quer que seja concretizado!
    Beijos meus

    Curtir

  13. se eu soubesse perdoar cmo as meninas q escrevem pru blog eu axxxxo q poderia ter sido mais feliz ao lado dele 😦
    droga
    me ensine a perdoar esses erros assim parece ser tao facil pra todas
    bjus

    Curtir

  14. Amiga,
    Depois que li a sua história fiquei pensando o que uma dessas meninas esqueveu aí em cima.
    Como pode amar tanto alguém e não achar que essa pessoa é o homem da sua vida? Olha, talvez lá no fundo você queira acreditar que ele não é, porque aí quando terminar, digamos que talvez “já seja aquilo que vc estava esperando”.
    Vc sabe que não vou condenar nenhum dos dois. Procuro não fazer isso com as histórias que me enviam porque só quem sabe da sua história é quem a vive. Não acho que aquilo que te machuca seja bobagem como uma vez vc me falou, afinal, ouvir dele que tem outra ou que nao vão mais se encontrar é doloroso, e dói muito, como dói.
    Aproveita o bom momento que vcs 2 estão vivendo agora, faça isso por você.
    O final de tudo isso não sabemos, nem eu, nem você, nem ele. Só desejamos que seja o melhor.
    E como eu sou sua amiga, nada mais justo do que desejar o melhor pra vc, ne? rsrs
    Muito Obrigada por compartilhar a sua história com a gente.

    Beijos da Flor

    Curtir

  15. Nossa Me Emocionei n Com a Situação mas com a coragem de Lutar Peelo Seu Amor , Eu Particulamente n Tenho Coragem pra tanto. Sorte ai p vcs , espero q vcs fikem juntos e Esse Rapaz Valorize a Mulher q vc é . E n Eskece De Num Deixar Por Dentro Dessa História viu. Estarei Orando Por Vcs ….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: