222 dias – Não existe paciência (Carpinejar)

Ontem meu pai me questionou sobre a quantidade de vidros de xampu no meu banheiro. Até reclamou e falou: Porque você não acaba com um, joga fora, depois usa outro? Hoje, acompanhando o @CARPINEJAR pelo Twitter, ele posta a seguinte frase: “A mulher que não joga o xampu fora não jogará nenhum homem fora.” (Confiram AQUI) Claro que com a reclamação do meu pai ontem, não pude deixar de ler. O mais legal é que com o texto dele, eu até que não me senti tão maluca por ser uma mulher que “não joga o xampu fora” haha adoro esse cara! Me identifiquei demais, principalmente por tudo o que eu já vivi e ainda vivo neste meu amor. Eis o texto:

NÃO EXISTE PACIÊNCIA

Pode confiar na mulher que nunca joga fora o xampu quando termina. Porque nunca acha que termina.
São vários potes no box do banheiro. Uma milícia de cheiros. A maior parte com um resto luminoso. Alguns virados para facilitar a saída desesperada da fragrância.

* * *
Um homem, diante daquela lágrima de cisne, não teria piedade e colocaria no lixo.
Não sem razão. É uma sobra simbólica que apenas se mexeria colocando água. Uma massa imóvel, que mal treme. O conteúdo não presta nem para dois enxágues. Para chorar um pouco no pulso, depende de tapas na bunda do pote. Todo xampu velho é um bebê nascendo.
 
* * *
Mas ela não descarta. Pensa que aquilo que não perfuma seus cabelos é ainda capaz de perfumar suas mãos.
Permanece com a esperança de que um dia terá uma emergência e ele será útil. Para seus olhos, nada está inteiramente morto, nada está inteiramente esgotado.
Contribuem para sua crença as brincadeiras de faz de conta na infância, a sopa de folhas e o refrigerante de terra. Não depende de muito para seguir vivendo, pede um mínimo de realidade; acostumada a sempre completar por sua conta.
 
* * *
Não existe paciência, somente fé. Mais da metade de um marido bom é imaginação feminina.
 
* * *
A mulher que não joga o xampu fora não jogará nenhum homem fora. A menos que ele esteja seco por dentro, acabado, sem nenhuma emoção para oferecer, consumido pelo silêncio da esponja. Ela eliminará o sujeito de sua vida após várias tentativas, até se convencer de que ele não rende nem mais espuma. Nem mais passado.
 
* * *
O que me leva a concluir que quem pensa demais não faz, não se arrisca, não se entrega. O pré-requisito é criado para impedir que mudanças aconteçam.
É necessário ser imaturo para amar. É necessário ser imaturo para engravidar. É necessário ser imaturo para juntar as tralhas e pertences, construir uma casa em comum, e seguir ameaçado pelo humor do próximo.
Merece o amor quem trabalha por ele, quem sofre por ele, quem não quis ser mais inteligente do que sensível, quem é absolutamente idiota para sacudir um pote de xampu já findo.
 
 
***
 
  • Carpinejar é incrível. Quem gostou e ainda não o conhece, o blog dele é este -> Fabrício Carpinejar
Anúncios

Comments

  1. Rá! E seu eu te disser que não só o xampú, mas os perfumes, os cremes, as maquiagens e todo o resto eu jogo fora muito antes de chegar ao final, pode ter me custado o olho da cara, eu não uso até o fim. Tomara que meu marido nunca leia esse texto. rs

    Obrigada !

    BeijoZzz

    Curtir

  2. Priscilla says:

    Liiindo!
    Adorei!
    beijos meus

    Curtir

  3. eu balanço e ponho água rsrs… agora, quanto aos amores idos:

    “no que depender de mim, não quero nada que dependa de mim”.
    tati bernardi

    bjsmeus

    Curtir

  4. Floris-bella, tem mulher se apega em marca de um shampoo como se apega em certos tipos de homens… sendo que nada melhor que trocar de marca de shampoo, para saber se acaso nao é melhor para o seu tipo de cabelo… às vezes a marca é supervalorizada demais da conta, muito além do que a marca merece… porque afinal nem tem retribuído tanto assim no aspecto que gostaríamos….

    Curtir

  5. O carpinejar é demais….

    Ah e sobre os xampus, rsrs…. eu sei bem o que é isso.

    Beijos

    Curtir

  6. Olhe que penso o mesmo que o seu pai…. no que diz respeito aos shampoos!!

    Curtir

  7. Adoro ele, e adorei o texto…
    Um assunto banal transforma-se no que se tem de mais difícil para uma mulher abandonar aquele que nos fez tão felizes, aquele que nos perfumou com sua essência, que nos deu brilho, beleza…

    É apego, a gente não quer se desfazer mesmo que acabe, isso nos causa dor sabe, não deixar que se vá da nossa mente e coração aquilo que já se foi da nossa vida!

    Enfim, algumas mulheres um dia põe fim nos seus frascos de shampo quase vazios, compram outros, as vezes melhores, aquele que fica um dia seca, e nem colocando aguá dá pra usar…

    Beijos no coração… te adoro lindona!

    Ainda não escrevi o meu texto, mas em breve te mando

    Curtir

  8. Ha ha ha falavam de mim por aqui?

    Carpinejar é mesmo incrível!

    Essse testo diz mto de mim:
    “A mulher que não joga o xampu fora não jogará nenhum homem fora. A menos que ele esteja seco por dentro, acabado, sem nenhuma emoção para oferecer, consumido pelo silêncio da esponja. Ela eliminará o sujeito de sua vida após várias tentativas, até se convencer de que ele não rende nem mais espuma. Nem mais passado.”

    Exatamente assim… rs

    Bjs doces

    P.S. Obrigada pela visitinha!

    Curtir

  9. ops… texto*

    Curtir

  10. “Ela eliminará o sujeito de sua vida após várias tentativas, até se convencer de que ele não rende nem mais espuma. Nem mais passado”

    Curtir

  11. Vez ou outra vou lá no blog dele dar uma olhada e quando possível me permito sentir os seus escritos. Gosto da forma como ele escreve. Gosto da alma dele.
    Olha, costumo jogar xampu fora. Mas é uma excessão, pois cremes de pele, maquiagens e outros não.
    Quanto aos homens, prefiro fechar os ciclos. Mesmo que as vezes isso pareça impossível.
    Por aqui, em torno de 180 dias sem ele.
    Gostei desse canto.
    Obrigada pela visita.

    Curtir

  12. Ficou claro agora porque nunca consigo manter firme um relacionamento. Sou a primeira a jogar xampus fora, odeio aquela baderna sem mais utilização. Jogo fora mesmo. Vou morrer sozinha… uahuaha
    Adorei seu cantinho, é encantador, me deixou uma vontade de louca de vir aqui mais vezes, por isso te sigo.

    Beijo doce.

    Curtir

  13. Muito obrigada pela sua visita, volte sempre.
    Sabe se tem uma coisa que eu busco muito é a tal paciência. Só que os dias atuais é vem complicado, não é? Mas não podemos desistir. Dentro de um relacionamento essa palavrinha é fundamental. Cada um tem que se doar um pouco, compreender a limitação.
    Beijinhos.

    Curtir

  14. Tô chocaada, sério… Eu vou fazer questão de tirar fotos amanhã dos vidros de shampoo no meu banheiro, porque olha… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk mas gente???????????????????? Posso postar o texto também?

    Flor, obrigada mesmoooooooo por teu carinho! EU VOU SER FELIZ E VC TBM VAI, acredite!!

    Beijos, beijos

    Curtir

  15. Bom dia, bom dia, bom dia!!

    Minha querida Florisbela, que honra, tê-la em meu blog e ameeeei o teu cantinhoooooo, uffaaaaa como nuncaa o encontrei? rs

    Então tá acompanhando meu blog, minha história??

    Hoje Graças a Deus posso falar sobre isso sem um pingo de dor, e mais ainda, posso ajudar outras pessoas que nesse momento se veem sem saída.

    Quanto a sua pergunta se quero postar aqui minha história de superação, após o término do meu namoro/noivado. Claro!!!

    Qnto mais pessoas eu puder ajudar, mais gratificação eu sinto. Aí mais ainda será a prova de que toda dor que eu enfrentei não foi em vão.

    Vamos nos falar por email, anota o meu brunnanicacio@yahoo.com.br

    Vou agora responder uns emails de meninas q passam por isso e responder aos comentários.

    Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: