210 dias – Vai embora, mas não me deixa

Obrigada por ter existido e colorido dias que já foram cinzas. Não me deixa, mas vai embora, por favor! Fica aqui comigo… mas não se esqueça de ir. Encerro aqui as tentativas de explicar as infinitas coisas que vivem em mim. Sinto muito, nem eu entendo como o meu amor pode ser tão egoísta e tão grato ao mesmo tempo. Existe um abismo de distância entre os dois. Abismo que só eu consigo atravessar e confesso, não sei como faço isso.

Ora me encontro egoísta: Não me deixa, amor! Eu encontrarei uma maneira de te fazer feliz de novo, prometo. As coisas vão melhorar, fique! Eu era sua melhor amiga, você era o meu melhor amigo. Vamos construir tudo novamente. Não é possível que tanto amor e tanta amizade sejam jogados assim. Os melhores e maiores sentimentos que existem. Vamos! Nós conseguiremos. Me dá a mão ? Seguiremos pelo arco-íris, nosso velho conhecido.

Escuta o Vinícius falando de novo: – Eu sem você não tenho porque, porque sem você não sei nem chorar – Todas as respostas dos nossos porquês, não existem mais sem você. Minhas lágrimas não são mais aquelas que brotam de emoções pelas suas palavras, suas músicas, seus olhares. Meu choro é desespero. – Sou chama sem luz – Cadê o meu brilho que te deixava admirado e me deixava orgulhosa ?  – Jardim sem luar – O que seria das flores sem o luar ? O que é o jardim da sua Flor sem o luar ? Eu sequei, murchei, morri. – Luar sem amor – O luar não tem mais o mesmo poder, a mesma beleza, a mesma graça – Amor sem se dar – Me diz pra que serve todo esse amor aqui dentro se não pode ser teu ? – E eu sem você, sou só desamor – Sou só desamor, amor. Só desamor! – Um barco sem mar – Que não sai do lugar! – Um campo sem flor – Sem vida! – Tristeza que vai – Quando esperança vem – Tristeza que vem – E fica! – Sem você meu amor eu não sou ninguém – Ninguém – Ah que saudade – Muita! – Que vontade de ver renascer nossa vida – É o que eu mais quero – Volta querido – Volta, estou esperando. – Os meus braços precisam dos teus – Meu porto seguro. – Teus abraços precisam dos meus – Sua Flor – Estou tão sozinha – Muito! – Tenho os olhos cansados de olhar para o além – Procurando você – Vem ver a vida – Comigo – Sem você meu amor eu não sou ninguém – Ninguém!

Ora me encontro grata: Obrigada, amor. Pelos dias de sol, pelas flores, pelas cores. Por me amar na minha tão completa imperfeição e continuar me amando debaixo de chuvas e tempestades assim, tão verdadeiro. Pode ir, amor. Sabe a jaula que eu te coloquei e você fechou a porta ? Está aberta agora. Minha vez de retribuir. Te liberto. Você precisa ter coragem para sair e conhecer o mundo que tanto quis. Não tenha medo de perder o meu amor. Ele nasceu pra você, é seu. Vá embora, não olhe para trás porque sempre que você olha para trás você volta. Volta e fica, querendo ir de novo. Olhe para frente, para o mundo que te espera, de braços abertos. Conheça, aprenda, viva! É o mínimo que eu posso te dar depois de ter recebido tanto, tanto de você!

Vai embora, mas não me deixa. E é recíproco.

Anúncios

Comments

  1. Adorei teu espaço.
    É doce e tuas palavras tem profundidade.

    Curtir

  2. Olá, Flor. Podes usar os versos, desde que coloques a autoria (Rafaelle Benevides) e o link da poesia, já que todos os meus poemas são protegidos por Creative Commons. Agradeço a visita ao meu escafandro. Boa noite.

    Curtir

  3. Somos seres duais… e esta dualidade manifesta-se sempre!
    Não há contradição neste querer e não querer!
    Um texto muito bom… parabéns.

    Curtir

  4. é mesmo, sem duvida alguma, e isso até é bom, pois assim quando aquelas pessoas especiais vão embora, “ficam” na mesma

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: