195 dias – Muito Obrigada

Hoje eu só quero e preciso agradecer.

Muito Obrigada a você que vem aqui neste blog, deixa palavras de carinho e me deseja força. Cada vez que eu escrevo coisas tristes e compartilho situações das quais não tenho o mínimo orgulho, a cada comentário que recebo, antes de ler, espero sempre alguém dizendo: Sua burra, ele não ama você, sinto pena de você, etc etc etc. Talvez por isso já ter acontecido há muito tempo, ou talvez porque no fundo, sou eu quem pensa essas coisas de mim.

Agradeço pela confiança e por compartilharem suas histórias comigo, seus relacionamentos tão complicados como o meu, suas histórias de superação. Obrigada por me mostrarem que são felizes depois de relações até mais dolorosas que a minha. 

Escrevo isso pra você que vem aqui, cansada de me ver dando murro em ponta de faca, olhando a minha história de longe e por isso enxergando o todo, e escreve de forma sincera e sutil a sua opinião. Opinião que muitas vezes é aquela que eu não quero ler, mas que eu preciso ler. A você que me critica, mas nunca o faz pelo prazer de apontar o dedo. Me critica justificando o porque, me indicando caminhos, estimulando a minha reflexão e se o faz, é porque de alguma forma, mesmo sem me conhecer, quer que eu seja feliz, com ou sem ele. Saiba que no primeiro momento eu posso até sentir um pouco de raiva, mas admiro você que não tem medo de me dizer que estou errada e procuro ler tudo mais de uma vez, tentando entender você e o que você quer pra mim.

Sou grata a todas que torcem pelo final feliz. A todas que conseguem ver um motivo, um sentido, uma esperança. Você que tem olhar de sonhadora como eu e entende a minha luta, a minha espera, a minha busca, o meu desespero, o meu fracasso, a minha humilhação, a minha felicidade momentânea. Você que já sonhou com o amor perfeito e depois de ver a perfeição se tornar uma grande imperfeição, continua amando, aceita tudo isso e só quer ser feliz. Muito Obrigada pelas palavras, pelo afeto, pelo cuidado, pela preocupação, pela amizade.

E justamente pela correria dos dias de hoje, agradeço pelo tempo que disponibiliza para ler uma história muitas vezes tão cansativa, muitas vezes triste, de alguém que você nem conhece.

Eu precisei perder meu grande amor pra descobrir que o mundo não é tão egoísta quanto eu pensava, que as pessoas não são tão individualistas como muitas vezes eu as acusei, que falar sobre mim e sobre a minha vida não dói, e mesmo com a minha perda, reconhecer que ganhei coisas muito importantes com este blog em  195 dias.

E hoje, pela primeira vez eu consigo escrever que existe um ser, (e digo ser porque não sei defini-lo, só sei que ele é) que observou todas as minhas quedas e entendeu a raiva que eu senti, a culpa que coloquei nele e principalmente, todas as vezes que eu e o meu orgulho falamos que ele não existia. Por todos os anos de muito estudo filosófico, antropológico, sociológico, psicológico, onde eu conheci e aprendi muitas coisas. Por todos os muitos livros. Pelos muitos cadernos de anotações. Pelas horas, dias, noites, semanas, meses e anos fazendo isso. Por toda a minha dedicação exagerada só para provar pra mim mesma que ele não existia. Agradeço a Deus, que fez da minha descrença e das minhas inúmeras tentativas, um caminho para que eu me tornasse alguém melhor.

Anúncios

Comments

  1. I feel you… and hope you get better soon!

    Curtir

  2. Flor, que lindo tudo isso!! Fiquei muito feliz com esse post e espero que eu também tenha te ajudado de alguma forma, assim como várias pessoas que sempre vem aqui lhe dar palavras de conforto.

    E de verdade, eu não te conheço, mas sinto que você deve e MERECE muito ser feliz! Então “não perca tempo” Flor, ele é precioso demais e é uma das poucas coisas nesse mundo que não conseguimos obter de volta.
    Você é nova e ele também, ambos precisam parar e pensar se realmente estão felizes nessa situação, aceitar a realidade!

    Flor, fique com Deus mais uma vez
    Beijos, boa noite!

    Curtir

  3. We will always be here!!! hehe
    Sinto vc mais leve ao escrever hoje… Espero q vc tenha conseguido encontrar seu caminho, apesar de não ser tão fácil assim, nós temos q descobrir o melhor pra nós mesmos!
    E tudo o q tiver de ser, SERÁ!!!
    Grande beijo de alguém q te admira muito…
    Laninha

    Curtir

  4. Força! Acredite naquela velha máxima “o tempo cura tudo”, mesmo que hoje lhe pareça que é irremediável. Tente convencer-se (nem que seja por teimosia) que vai superar isto e que um dia vai deixar de doer. O resto é viver um dia de cada vez, e em vez de sonhar acerca de uma “utopia perfeita” (onde voltaria e estaria tudo bem), sonhe com o dia que tudo isto não doerá. Mentalize isso e deseje esse dia 🙂

    Aconselho-a a ouvir esta música,que também me ajudou, devido ao ritmo animado da música, à voz potente da cantora e à energia da letra. A mim transmitia-me bastante confiança e acho que a letra se assemelha ao que está a passar.

    a letra está aqui http://www.sing365.com/music/lyric.nsf/I'll-be-alright-lyrics-Anggun/1D306B27ADF8A9AC4825767E002C942D

    Beijo

    Ri

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: