176 dias – Eu, em poucas palavras

Sou aquele tipo de mulher que carrega um mundo de sonhos nas costas e ainda consegue tirar os pés do chão. Criadora de sonhos, só não tenho o mesmo talento para realizá-los. Sou personagem de Almodovár, com drama de novela mexicana. Não aprendi a medir, muito menos dosar. Dona de um mundo interno desconhecido, me tornei uma ilha para o mundo externo. A ponte para chegar até mim é longa e cansativa. Mas garanto, existe um arco-íris no final e espero de braços abertos todos que arriscam atravessá-la.

Anúncios

Comments

  1. já ouviu falar de um trabalho chamado Constelações familiares? talvez lhe ajude muito!!! vibro para que vc fique bem!

    Curtir

  2. Olá! Vi um comentário seu no meu blog e vim aqui conhecer o teu! adooorei! vou acompanhar seus textos =D

    Curtir

  3. Uau lindo demais!!!

    Bjus =*

    Curtir

  4. E sempre devemos arriscar, não é amiga?
    Beijos meus e um bom final de semana

    Curtir

  5. É bom saber que existe um arco-íris no fim,
    melhor ainda, é saber que a abraços para
    serem dados. Lindo texto.

    Sobre seu comentário no meu blog, pois é,
    talvez a Laura tenha ido mesmo – querendo ficar.
    Mas ela ainda vai conseguir juntar os pedaços.

    Obrigada pela visita! :*

    Curtir

  6. Olá,como vai?
    Você comentou em meu blog ‘ Infinito Particular ‘ e vim aqui matar a curiosidade de quem seria a pessoa com um nome tão bonito quanto o seu, quando entrei me deparei com a situação que vivi à um ano atrás. Namorava à distância por 3 anos e acabou pq ele alegou que nos viamos pouco.. eu menor de idade e sem independecia nenhuma não fazia metade das coisas que a Atual namorada dele faz. namorada essa que foi a ‘amante’ que balançou com todo o amor que ele tinha por mim.
    Por quase um ano, chorei a partida dele.. e passei pelos piores dias da minha vida vendo-o viver enquanto eu me matava de chorar em casa. Ele, sempre sugeriu que nosso contato (fisico) continuasse e eu, por uns meses topei.. depois quando a poeira foi baixando eu vi que estava aceitando dividi-lo.. parei. Sumi por muitos meses.
    Eram mensagens, e-mails, visitas no orkut.. e aparecimentos no meu portão e eu.. me dilacerando, mas recusando-o. Depois que completamos um ano de separação, nos encontramos… e por fim, saimos.
    Uma saudade acumulada, ele ainda está com a menina e eu me questiono todas as vezes em que ele me procura, se estou certa.. Pra falar a verdade, não me importo mais com ela.. ainda mais depois dele me confidenciar que ira encerrar o relacionamento em breve, nao que ele tenha dito que voltará pra minha vida e que ainda me ama tanto quanto eu descobri que ainda o amo.. mas tenho quase certeza de que isso é destino.

    O blog ‘ um minuto de atenção’ que deixo ai como referencia, surgiu com uma amiga logo apos o fim dos nossos relacionamentos, a idéia do nosso é diferente do seu, mas surgiu pelos mesmos motivos.

    Espero que você melhore..hoje apesar de ainda deseja-lo e ama-lo.. sei viver sem ele.. e manter os pés no chão.. força, pq sei o quanto é preciso. :]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: