10 dias – Cinza

E de repente, a sua vidinha rosa pink é metamorfoseada em cinza.  Mas não aquele cinza suave, comum. Um cinza-botijão-de-gás mesmo. Sujo. Feio. Descascando… Tão agradável quanto fila de banco.

Você até que tenta. Conversa com as pessoas. Assiste filmes. Lê livros. Faz boas ações. Estuda. Lê reportagens e blogs alheios. E por um momento vc desliga o botão da realidade. O problema é que ele é automático. E você numa bela manhã de domingo decide ler o twitter e lembra que ele tem um. Antes não tivesse. Antes você não tivesse lido as bricadeiras com segundas intenções com outras mulheres. E antes você não tivesse, num momento estúpido, desabafado com ele que ficou chateada ao ver aquilo. E depois da conversa/discussão, você não sairia se sentindo culpada por ter ficado chateada com aquilo, já que segundo ele, ele faz  de tudo pra te agradar mas não consegue, pq as outras sempre vão te incomodar. E vc passa o dia pensando em como fazer ele se sentir melhor, já que agora ele está se sentindo culpado, cobrado, pressionado por você. Você deixa toda a sua dor de lado, deixa sua chateação e seus lamentos pra conversar normalmente, pra que ele continue se sentindo feliz por ter você e mais quem ele deseje.

Você sabe que quando conheceu ele, soube que o que sentia era diferente de tudo que já sentiu por outros na vida. Você já se apaixonou loucamente, intensamente. Já amou. Você já teve muitos amores. Já ficou louca de paixão. Já se anulou. Já maltratou. Já se defendeu. Já se fechou. Já partiu pra outra. Já chorou. Já fez chorar. Já ficou com raiva. E ficou finalmente, indiferente. Porque vc aprende na faculdade que o contrário do amor não é o ódio e sim a indiferença. E você sempre alcançou a indiferença sem muito sofrimento, naturalmente.

Mas ele, ele você soube desde o começo que seria algo que você nunca teve. Porque você sempre teve a sensação de que já conhecia ele antes. Mas antes de que ?

Você mesmo no início da paixão identificou os defeitos e os erros dele. Coisa que apaixonados não fazem. Como nunca tinha acontecido antes, você se apaixonou pelo que ele era e não pelo que você pensava que ele era. A imaturidade dele era linda. A ambição, mesmo que perigosa, não te incomodava. O jeito dele de querer parecer mais ou melhor do que ele é, nunca fez você deixar de se menos apaixonada. A insegurança dele fez você querer ajuda-lo a se sentir mais seguro. Os ciúmes dele te preocupavam, pois você sabia que ele sofria com eles.

Você sabe que é neurótica e quis que ele se tornasse mais responsável antes do tempo dele. Tudo isso porque você precisava morar no mesmo local que ele. Você pressionou, cobrou e criticou. Ele com toda a imaturidade e falta de experiência com esse mundo, com 21 anos, se viu responsável em assumir uma vida a dois. Isso é muita pressão, qualquer um teria saído correndo. E hoje você sabe que o que aconteceu com ele pode ter sido influenciado por você mesma. E você se culpa por ser tão mimada e por ter sido tão chata. Talvez por isso você aceite tudo isso que está acontecendo. Você acha que ele pode voltar a ser  o seu príncipe encantado, cheio de defeitos e erros. Porque essa é a essência dele. Você sabe que isso tudo é uma fase. Uma fase de libertação. Até de crescimento e amadurecimento pra ele. Ele precisa passar por isso. E você sabe que vai esperar, porque acredita na essência dele. A essência fala mais alto no final.

Você sabia que com ele seria diferente.

Você sabia que de alguma forma espiritual-mística-maluca você já o amava antes de conhecê-lo. Você sabe que as pessoas vão rir e não vão acreditar. Você nem liga. Sabe que até você mesma ri disso tudo por não entender.

E você também sabe de mais uma coisa. De algo que te preocupa.

Sabe que vai amar ele pra sempre. E que não vai conseguir colocar mais ninguém nesse coração.

Você sabe que isso ultrapassa seu entendimento. Você também sabe que no fim dos relacionamentos é exatamente isso que todo mundo sente. Mas de uma forma assustadora, você tem certeza que o fato de sempre amar ele é diferente da sensação de amar pra sempre do fim dos relacionamentos. Você sabe porque esse amor não tem nada a ver com o seu corpo ou com a sua mente neurótica. É um amor da alma, por mais impossível que isso pareça.

Anúncios

Comments

  1. esse amor tão lindo não sera em vão, no tempo certo tudo se ajeita e so questão dos dois estarem esqualizados na mesma frequencia, e isso so o tempo consegue fazer.

    Curtir

  2. Julho De 2007 says:

    Pelo visto, sofremos de algo parecido. =/

    Curtir

  3. caramba, sem palavras para os seus textos. li alguns, como esse. muito bons. e sua visão sobre o amor, meio que se encaixa com a minha… muito lindo tudo o que você escreveu. amei.

    Curtir

  4. Elementar. Em cidades com praia, Floripa inclusa, a vida tende a ter alusões litorâneas fortes. E teu ambiente, mesmo sem muita descrição, não bateria com o calor do Centro-Oeste (não coloco Brasília, uma das que apontei, por ser um universo particular, embora nunca tenha estado lá). A única capital não litorânea do Nordeste é Teresina e lá, como no Norte, teu jeito de escrever e descrição seriam diferentes (exceto se fosse filha de militar radicada em Manaus). Se não for a mesma cidade que eu vivo, é uma cidade com perfil parecido e por isso elenquei aquelas no post anterior.

    Curtir

  5. me identifico tanto…

    Curtir

  6. É, minha cara. Mas a questão agora é como encarar esse tempo entre o agora e o dia em que vocês vão estar juntos. O que fazer enquanto ele vive a experiência que tanto precisa? É sua vida, você tem que viver.

    Curtir

  7. Jim Carbonera says:

    bah, mas o risco sempre é valido. O pior é ficar na incerteza. Sei que o tempo, normalmente é inimigo, pois nos causa apreensão. Mas no final, o resultado sendo positivo ou nao, sempre é valido. Pelo menos não ficamos sem saber o que aconteceu.

    Bjss

    http://estilodistinto.blogspot.com/

    Curtir

  8. “Você sabia que de alguma forma espiritual-mística-maluca você já amava ele antes de conhecê-lo. Você sabe que as pessoas vão rir e não vão acreditar. Você nem liga. Sabe que até você mesma ri disso tudo por não entender. É um amor da alma, por mais impossível que isso pareça”

    Eu entendo. Eu sinto isso. Como costumamos dizer, Edu e eu “sempre nos amamos, em algum tempo, algum lugar, são as nossas almas que se amam e vão se amar pra sempre”.

    O que fazer quando nada e ninguém nos tira essa certeza do coração? Nada a fazer. Só você pode decidir os rumos agora, flor. É tão difícil presenciar ou ver alguém falando algo desse tipo, que fico feliz em saber que outras pessoas tbm sentem isso, então não sou tão louca quanto dizem, rs

    Estranho, mas verdadeiro.

    Curtir

  9. “Você deixa toda a sua dor de lado, deixa sua chateação e seus lamentos pra conversar normalmente, pra que ele continue se sentindo feliz por ter você e mais quem ele deseje.”
    Olha que jóia você é florzinha!!! Como que esta criatura não percebe isso? Deus!!!!
    Mulheres conseguem se anular por amor e continuarem amando e felizes. Só pense se você vai ser feliz assim flor. Pq vc me parece ser uma menina muito intensa muito verdadeira…e pessoas assim se anulam só em momentos curtos, nao por uma vida inteira. Nao sei se vc seria feliz deixando de ser vc mesma ou deixando de expor o que voce sente.
    Que lindo esse post. Você além de tudo tem um lindo talento pra escrever.
    Fico nervosa pensando mas que diabos esse muleque procura em outras mulheres? Só sexo? Pq se for só isso mesmo ele é uma criatura digna de pena. Sinto pena por ele correr riscos de perder um grande amor, talvez o maior que alguem possa dar pra ele…e por puro sexo. E se ele perder florzinha, vai se arrepender pelo resto da vida dele.

    Curtir

Trackbacks

  1. […] 10 dias —> Foi aí que eu senti que nada tinha graça, nem cor e nem sabor sem ele. Meus dias continuam cinza. […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: